RN registra aumento nos casos de picadas de escorpião e médico esclarece cuidados

O período do verão – entre dezembro e março – têm essa variação de clima úmido e quente, o que é ideal para o aparecimento de escorpiões.

Segundo dados da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), em 2018, o estado contabilizou 4.711 casos.

O médico clínico geral do Hapvida, Geraldo Pinheiro, alerta para a incidência nessa época e explica que todo escorpião é venenoso. ‘‘O que difere esses animais é a toxidade do veneno, existem cerca de 150 espécies conhecidas no Brasil. Esse veneno provoca um desequilíbrio no nosso sistema nervoso periférico e no nosso sistema nervoso autônomo’’.

Nesses casos, é fundamental que a pessoa procure com urgência uma assistência médica de algum hospital quando for picado por um escorpião. ‘‘ Mesmo que a pessoa ache que o acidente foi leve e que não esteja doendo na hora, é preciso procurar um médico para avaliar o caso’’, esclarece o clínico geral.

0 comments on “RN registra aumento nos casos de picadas de escorpião e médico esclarece cuidadosAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Blog do Rodrigo Loureiro