Atleta paralímpica Joana Neves faz palestra sobre bullyng para alunos do Mundial Colégio e Curso

“Bullying na escola: eu venci com o esporte!” foi o tema abordado pela medalhista paralímpica Joana Neves em suas palestras na escola Mundial Colégio e Curso na última sexta-feira (24). O evento aconteceu em duas turmas da escola, com alunos do 5º ano do ensino fundamental anos iniciais, que ouviram atentamente a atleta contar sua história e trajetória de superação com a ajuda do esporte, até se tornar destaque em competições mundiais como o último resultado em Tóquio.

Entre as mensagens deixadas para os estudantes, Joana – mais conhecida como Peixinha – ressaltou a importância de seguir em busca dos seus sonhos e não abaixar a cabeça diante dos obstáculos, respeitando sempre as diferenças dos outros. “As pessoas me chamavam na escola de aleijada, perna de alicate, e isso me machucava muito. Até hoje sofro com isso, só que agora eu consigo levar mais de boa. A mensagem que eu gosto de passar para as pessoas que tenham alguma deficiência, alguma limitação ou sofrem com bullyng, é que elas não devem baixar a cabeça e sim encarar de frente, mostrar que todos somos diferentes e merecemos respeito. A gente tem que ser forte e se posicionar”.

A palestra fez parte do projeto pedagógico do Mundial que tem como objetivo proporcionar o diálogo e reflexão social por meio da troca de saberes. “Estamos no Setembro Amarelo, e momentos como esse encorajam nossos alunos para valorizar as dificuldades da vida, desenvolvendo inteligência emocional e respeito a si e ao próximo, conscientizando, no ambiente escolar, a prática antibullyng”, explica Sheila Dantas, diretora pedagógica da escola.

Além dos alunos e professores das salas, as palestras foram acompanhadas de perto pela diretora administrativa da escola, Kelly Dantas, que ficou feliz com o objetivo alcançado. “Foi muito gratificante para nossa comunidade escolar receber uma campeã paralimpica com uma incrível história de vida. Ver os nossos alunos refletindo sobre respeito atraves da ótica da vitória e superação, certamente, deixou uma marca significativa na vida deles. Aprender com o exemplo da disciplina que o esporte propõe e a Resiliência da história da Joana, foi encantador”, comemora.

O Mundial possui educação bilíngue a partir do nível II, salas de aula com multimídia, musicalização e ensino de robótica, incentivo ao esporte e educação física, Sistema Positivo de ensino, curso preparatório para o IFRN, oficinas de redação, aulas preparatórias para olimpíadas de conhecimento, carga horária ampliada para o ensino médio, mostra de profissões e orientação vocacional.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.