Tribunal Regional do Trabalho do RN celebra 25 anos da posse de seus primeiros magistrados

Por William Medeiros.

Há 25 anos atrás, no dia 28 de maio de 1993, magistrados, servidores e advogados, autoridades e familiares lotaram o auditório do SESC, na Cidade Alta, para assistir à solenidade de posse dos primeiros juízes do trabalho da Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região. Cinco homens e três mulheres aprovados no primeiro concurso público da magistratura do trabalho do TRT do Rio Grande do Norte. Um deles chegou a ministro do Superior Tribunal de Justiça, três deles são desembargadores, três titulares de Vara e um procurador do trabalho.

A desembargadora Joseane Dantas dos Santos, que presidiu o TRT-RN entre 2015-2016, e o desembargador Ricardo Luís Espíndola Borges, são colegas de Primeira Turma de Julgamentos do TRT-RN; Outro aprovado, o juiz Emmanoel Teófilo Furtado também é desembargador do TRT da 7ª Região (Ceará), para onde transferiu-se em 1994; Outros dois são titulares de Vara: Isaura Maria Barbalho Simonetti, em Natal e Hermann de Araújo Hackradt, em Currais Novos; Em 2008, a juíza Tereza Olga Menescal de Carvalho aposentou-se como titular de Vara do Trabalho, em Natal; O hoje procurador regional do trabalho, Xisto Tiago de Medeiros Neto, transferiu-se para o Ministério Público do Trabalho em dezembro de 1993; O ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), Luiz Alberto Gurgel de Faria, deixou o TRT-RN e se tornou juiz federal, no mesmo ano de sua posse, há 25 anos.

Foto: Ascom/TRT-RN.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.