Deputado Rafael Motta repudia atitude de brasileiros em vídeo publicado na Rússia

Por William Medeiros.

Um vídeo anda circulando nas redes sociais em que brasileiros enganam uma mulher russa ao incitá-la à falar palavras de baixo calão sem que a mesma entendesse o que estava falando. Em Sessão Deliberativa nesta terça-feira (19), O deputado Rafael Motta (PSB-RN) repudiou a atitude e disse que as palavras incitadas pelos brasileiros eram desrespeitoas, preconceituosas e machistas. “As cenas que correm as redes sociais e grupos de WhatsApp são fortes e ofensivas, numa clara e inegável demonstração de desrespeito e falta de educação. Segundo a Organização das Nações Unidas, ONU, uma a cada três mulheres é/ou será vítima de violência de gênero, e o Brasil é o quinto país do mundo em que há mais agressões a mulheres”, disse o parlamentar.

“Há 4 anos, o nosso País sediou a Copa do Mundo de futebol e muito se divulgou para combater as práticas de assédio às mulheres, principalmente brasileiras, por parte dos estrangeiros que vinham ao País para acompanhar os jogos do Campeonato Mundial de Futebol. E o que acontece 4 anos depois? Um grupo de brasileiros tem um comportamento exatamente oposto ao que foi combatido no Mundial realizado no Brasil”, indagou o Rafael que ainda disse “Houve, claro, quem considerasse apenas uma brincadeira. Mas preconceito, desrespeito e machismo não é brincadeira. Contudo, tenho certeza de que se a situação acontecesse com brasileiras, chegariam às mais variadas reclamações”, pontua. Finalizando seu discurso, Motta manifestou sua torcida pelo Hexa e pediu que episódios como esse não se repitam.

Foto: Reprodução/Blog F Silva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.