Sesc RN detalha atuação do Mesa Brasil em debate sobre desperdício de alimentos

O programa Mesa Brasil Sesc, mantido no estado pelo Sistema Fecomércio RN, foi destaque em audiência pública, na terça-feira, 29, quando a Câmara Municipal da capital potiguar discutiu “ações para combater o desperdício de alimentos em Natal”.

A audiência foi proposta pelo vereador Felipe Alves, com o objetivo de discutir e propor ações e políticas públicas que possam enfrentar o problema. O Sesc RN foi convidado a participar e apresentar dados referentes à edição local do Mesa Brasil. O programa tem origem no Departamento Nacional do Sesc e é, por definição, uma “rede nacional de solidariedade que atua na área de segurança alimentar e nutricional, por meio de doação de alimentos excedentes a pessoas em situação de insegurança alimentar e vulnerabilidade social”. Em linhas gerais, o Sesc, por meio do Mesa, recolhe alimentos de onde eles sobram para, após uma manipulação básica, distribuí-los com entidades beneficentes, completando centenas de milhares de refeições todos os anos Brasil afora.

O diretor regional do Sesc, Fernando Virgilio, falou sobre as perspectivas do programa, apresentando dados e números das ações do Mesa Brasil desde a sua criação, em 2003. “O Mesa Brasil é uma iniciativa consolidada que prega, principalmente, a solidariedade. Mantemos um trabalho de excelência e equidade, com apoio dos empresários e comerciantes”, destacou.

Entre os dados apresentados, Virgilio citou que, de 2003 para cá, foram arrecadadas mais de 20 mil toneladas de alimentos. Somente em 2018 a arrecadação anual do Mesa Brasil RN atendeu a mais de 570 mil pessoas em todo o estado, distribuindo principalmente produtos hortifrutis, cereais e legumes.

0 comments on “Sesc RN detalha atuação do Mesa Brasil em debate sobre desperdício de alimentosAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.