agencia_senado_01

PRESIDENTE DO DEM CRITICA DECISÃO DO MEC DE NÃO QUERER ANULAR QUESTÕES VAZADAS

O presidente nacional do Democratas, José Agripino (RN), criticou decisão do Ministério da Educação e Cultura (MEC) de recorrer à decisão do Ministério Público de Fortaleza de pedir a anulação das 14 questões vazadas no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), nesse final de semana. O pedido foi feito após mais um vazamento de questões da prova, dessa vez no Ceará. Dias antes da realização do exame desse final de semana, alunos do Colégio Christus, em Fortaleza, tiveram acesso a 14 questões que constavam da avaliação federal.

Este é o terceiro ano consecutivo em que o Enem tem problemas como vazamentos de dados pessoais, furto de provas, erros de impressão, além de modificações na data do exame. De acordo com o senador, os sucessivos escândalos envolvendo o Enem e o Ministério da Educação contribuem para o descrédito e desinteresse das universidades brasileiras de incorporarem o exame ao processo seletivo de ingresso de estudantes no ensino superior.

agencia_senado_01

{module Banner Entre Notas|none}

0 comments on “PRESIDENTE DO DEM CRITICA DECISÃO DO MEC DE NÃO QUERER ANULAR QUESTÕES VAZADASAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!