Aumento de internações por Covid-19 leva Unimed Natal a promover abertura de mais leitos

Diante do aumento de casos de Covid-19 no estado, que reflete na ocupação de leitos da rede hospitalar e consequentemente no Hospital Unimed (HU) e nos outros 6 da rede credenciada, a Unimed Natal está se articulando para evitar a superlotação e as interrupções no atendimento. Hoje, segunda-feira (22), o diretor do HU, dr. Felipe Marinho, anunciou o aumento da capacidade de atendimento COVID-19 do Hospital Unimed que será incrementada em 25% a partir desta terça-feira(23) chegando a crescer 80% até o fim desta semana, caso a demanda continue crescente. A medida só foi possível com a suspensão de procedimentos eletivos no hospital sendo mantidas a cirurgias de urgência, as obstétricas e oncológicas.
Desde o início do mês de fevereiro o número de casos de Covid vem aumentando e, em pouco mais de 15 dias, entre 05 e 22 de fevereiro, só na rede credenciada da Unimed Natal, o número de internações apresentou um aumento de 82%, alcançando nesta segunda-feira(22) a marca de 104 internados com sintomas da doença.

Para auxiliar no diagnóstico, o Laboratório Unimed – Unidade Tirol tem realizado uma média de 130 testes diários para o diagnóstico do vírus. A realização de exames SWAB, em sistema drive thru, faz com que em 5 minutos, de forma rápida e segura, o paciente seja atendido e liberado. O laboratório está localizado na Rua Açu, 507, Tirol, com funcionamento de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h. Não é necessária autorização prévia para realização dos testes RT-PCR para os clientes Unimed Natal.
Para evitar que os números aumentem ainda mais, é necessário seguir mantendo todos os protocolos de distanciamento social e higienização das mãos além do uso constante de máscara.

0 comments on “Aumento de internações por Covid-19 leva Unimed Natal a promover abertura de mais leitosAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Blog do Rodrigo Loureiro