Pequena indústria bate recorde negativo de desempenho

O índice de desempenho da pequena indústria bate recorde negativo no período de pandemia do coronavírus compreendido entre os meses de março e abril é o que mostra o Panorama da Pequena Indústria (PPI). Os dados são da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

Nos dois meses, as reduções foram de 13 pontos em março e 4,1 pontos em abril, quando o indicador ficou em 27,1 pontos numa escala de 0 a 100. São os dois menores índices da série histórica. Quanto mais próximo de 100, melhor é o índice. O índice de desempenho da pequena indústria é uma média ponderada que leva em conta os dados das indústrias extrativista, de transformação e da construção.

A retração foi sentida em todos os setores, com maior ênfase na transformação, com 17,7 pontos negativos e construção, queda de 15,7 pontos. Em menor escala aparece a extrativa, com uma redução de 6,9 pontos. Nesse cenário, a situação financeira das pequenas indústrias se deteriorou. O Índice de Situação Financeira da pequena empresa caiu 9,1 pontos, para 32 pontos. O valor é 4,4 pontos abaixo do registrado no 1º trimestre de 2019 e 5,2 pontos abaixo da média histórica do índice. 

De acordo com o relatório técnico do PPI, a falta de demanda, resultado das restrições impostas ao comércio, do isolamento e da piora da confiança dos consumidores, assumiu a primeira posição no ranking de principais problemas enfrentados pelas pequenas empresas da indústria de transformação. 

Outro item relatado no documento, refere-se ao aumento da inadimplência dos clientes entre os principais problemas enfrentados pela pequena indústria. Aliado a isso, está a falta de capital de giro. 

O otimismo registrado no início do ano se deteriorou diante da pandemia de covid-19. Com quedas consecutivas em março (-3,4 pontos), abril (-25,2 pontos) e maio (-0,1 ponto), quando atingiu 34,8 pontos, o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI) atingiu 34,8 pontos no último mês.

Quadro semelhante pode ser percebido no Índice de Perspectivas da pequena indústria, que recuou 22,2 pontos em abril na comparação com o mês anterior e ficou em 29,2 pontos, menor patamar da série histórica iniciada em novembro de 2013. Em maio, o índice registrou pequena melhora, de 2,5 pontos, para 31,7 pontos. O índice aponta que as perspectivas da pequena indústria seguem pessimistas, 13,7 pontos abaixo da média histórica.

0 comments on “Pequena indústria bate recorde negativo de desempenhoAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!