Sociedade de Dermatologia divulga orientações sobre manchas de óleo

A Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD) divulgou hoje (31) um conjunto de orientações sobre os riscos do contato com as manchas de óleo que chegaram às praias do Nordeste e formas de lidar com elas para quem entrou em contato com a substância.

As recomendações visam contribuir para evitar problemas de saúde relacionados à pele, uma vez que milhares de voluntários estão atuando nas praias no apoio às ações de retirada das manchas de óleo, que já atingiram até agora mais de 260 localidades, segundo o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

A entidade recebeu relatos de complicações de saúde sofridas por voluntários em algumas localidades do país. Em Pernambuco, apenas um hospital atendeu 17 pessoas em uma semana com sinais de intoxicação após contato com óleo.

Segundo a médica dermatologista e membro da SBD Rosana Lazzarini, os cuidados são necessários, pois o contato com o óleo é perigoso e muitas vezes as medidas para lidar com ele e retirá-lo do corpo empregadas pelos voluntários podem aprofundar os efeitos negativos sobre a saúde.

“É preciso evitar o máximo possível o contato com o óleo. E uma coisa muito importante é não usar os solventes para tirar este óleo, que é a tendência mais natural. Pessoas podem correr atrás de uma querosene, ou mesmo gasolina, para tirar o óleo. Isso acaba piorando a situação”, explicou Rosana Lazzarini.

Fonte: Agência Brasil.

0 comments on “Sociedade de Dermatologia divulga orientações sobre manchas de óleoAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *