RN aguarda negociações para definir início da greve dos bancários

Por William Medeiros.

O Sindicato dos Bancários do RN informa que a categoria permanecerá em estado de greve, mas a paralisação das atividades não será iniciada na sexta-feira, 24, como previsto em assembleia. Isto porque as negociações com a Fenaban estão se estendendo desde a terça-feira (21) e ainda não foram encerradas. O indicativo de greve foi necessário para garantias legais de que a categoria pode paralisar suas atividades, pois cumpriu todos os prazos, agora aguardamos as definições nacionais para informar os bancários e a população em geral da nova data.

De antemão, os potiguares já rejeitaram a última proposta feita pela Fenaban, um reajuste que mal cobre a inflação, o fechamento novamente de um acordo bienal, retirada de PLR de funcionários em licença-maternidade e licença-saúde, fim da Saúde Caixa para aposentados, fim da PLR social na Caixa, entre outras perdas de direitos.

Os lucros dos bancos crescem de 20% a 30% ao ano. Em 2016, após um acordo bienal como o proposto agora, os banqueiros promoverem novas “reestruturações” no sistema bancário, colocando para fora milhares de trabalhadores, descomissionando em massa e atacando direitos e condições de trabalho.

O RN aguardará o posicionamento do Comando Nacional, mas desde já exige que sejam feitas assembleias no país e que a Contraf CUT não venda os direitos da categoria, conquistados a duras penas ao longo de décadas, por um desconto assistencial obrigatório.

Foto: Sindicato dos Bancários.

0 comments on “RN aguarda negociações para definir início da greve dos bancáriosAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *