Proposta de Agripino que cria Frente de Apoio às Startups aguarda análise da Comissão Diretora do Senado

Por William Medeiros.

A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) aprovou a criação da Frente de Apoio às Startups no Senado (PRS 8/2018). Startups são empresas que criam modelos inovadores de negócio capazes de serem repetidos e adaptados em larga escala. Exemplo: Google, Facebook, Uber e etc. O autor da proposta, senador José Agripino (DEM-RN), diz que essas empresas sofrem com a burocracia, impostos e falta de infraestrutura.

Mas os senadores podem ajudar as startups por meio da frente parlamentar. O relator na CAE, senador Armando Monteiro (PTB-PE), defendeu a iniciativa na Comissão: “Apesar do recente avanço normativo e de iniciativas do Governo Federal, como o Programa Startup Brasil, lembramos que é impossível estimular o surgimento deste tipo de empreendimento sem fortalecer a ciência e tecnologia nacional. Dessa forma, acreditamos que uma das principais tarefas da referida Frente será a defesa de um orçamento mais robusto e contínuo para o desenvolvimento das atividades científicas e tecnológicas”. A proposta seguiu para análise da mesa e, agora, aguarda decisão da Comissão Diretora do Senado.

Foto: Nilton Fukuda / Estadão.

0 comments on “Proposta de Agripino que cria Frente de Apoio às Startups aguarda análise da Comissão Diretora do SenadoAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *