Após protestos, Prefeitura do Natal divulga nota sobre atraso de salário de terceirizados

Por William Medeiros.

Um grupo de 170 funcionários da empresa Crast, que presta serviços de manutenção e limpeza em escolas municipais de Natal, protestou nesta segunda-feira (20) contra o atraso no pagamento dos salários. Os terceirizados reivindicam o pagamento da folha de junho, já que a última vez que receberam foi em maio. Insatisfeitos com a situação, servidores terceirizados prometeram realizar um novo protesto caso os pagamentos não sejam creditados até a próxima quarta-feira. Com isso, a Prefeitura do Natal divulgou uma nota sobre. Confira:

Sobre o pagamento dos servidores terceirizados da Secretaria Municipal de Educação de Natal contratados pela empresa Crast Comércio e Serviços Ltda, que prestam serviços de Auxiliar de Serviços Gerais (ASG), a SME tem a esclarecer que:

1. Depois de audiência na Procuradoria Regional do Trabalho conduzida pela procuradora Ileana Neiva Mousinho, ficou acordado que a SME realizaria o pagamento dos funcionários terceirizados diretamente na conta dos trabalhadores;

2. Após diversas tratativas com a Caixa Econômica Federal, detentora das contas dos trabalhadores da empresas Crast, e do Banco do Brasil, do qual a Prefeitura do Natal é cliente, foi realizado um esforço conjunto para que os arquivos financeiros no formato utilizado pela CEF se adequassem ao sistema do BB;

3. Em se tratando de um procedimento que não faz parte da rotina do Departamento Financeiro da SME, foi necessário o lançamento individual de cada um dos mais de 500 trabalhadores, e consequentemente a conferência individual, para se afastar possíveis divergências;

4. Vencidas estas etapas, no final da tarde desta segunda-feira (20), a SME se compromete a enviar a remessa bancária ao Banco do Brasil no início do expediente bancário desta terça-feira (21), para que seja possível o crédito na conta dos trabalhadores até o final da tarde do mesmo dia (21 de agosto de 2018);

5. A SME ressalta o empenho e o esforço das duas instituições bancárias (CEF e BB) e da representante do MPT neste processo, com o intuito de colaborar com o trabalho e o cumprimento do dever da SME perante os trabalhadores terceirizados da Crast Comércio e Serviços Ltda.

Natal, 20 de agosto de 2018

Secretaria Municipal de Educação de Natal

Foto: José Aldenir/Agora RN.

0 comments on “Após protestos, Prefeitura do Natal divulga nota sobre atraso de salário de terceirizadosAdd yours →

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *